As mãos de um homem

Perde-te nas minhas mãos,
que sou tão breve.
Passa pelos meus dedos
como a água pelos tecidos da terra.
Grita entre as pedras dos rios
e sob o contacto da minha pele.
Trago um incêndio de África
e esta agonia de homem a correr.

Anúncios

2 pensamentos sobre “As mãos de um homem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s