Verão

Solta as tranças,
deixa que uma chuva
de luz dance nas tuas costas,
a cor dos frutos do sul.
Canta entre os passos das gaivotas
e sobre o branco feliz
da tarde.
Regressa
nesse quadro de água
e esplendor;
o rumor das palmeiras
é um deus de silêncio

que espera por ti
no alto mar
do verão.

Eduardo Bettencourt Pinto

Anúncios

2 pensamentos sobre “Verão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s