Domingo à noite

O som da mota do Mauro a perder-se na noite. Depois o silêncio da rua como o sono tranquilo de um felino. Bebo devagar as últimas gotas da Canada Dry. Trouxe livros de Portugal, recordações, e o eco do mar. De Frankfurt a estranha brancura da neve e a poesia de andar sobre ela num dia memorável. Agora, inclinando o olhar sobre os objectos do meu espaço, vou regressando aos meus dias.

Anúncios

Um pensamento sobre “Domingo à noite

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s