João Pedro Porto

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Foi lançado este ano nos Açores, mais especificamente em Ponta Delgada, Porta Azul para Macau, do romancista açoriano João Pedro Porto. A versatilidade linguística deste autor, bem como o seu universo ficcional, em cujos labirintos da imaginação circulam as mais surpreendentes personagens e situações, atribuem-lhe, por inequívoco mérito, na ficção portuguesa, não só um lugar de primazia, como nos revelam a cintilação de uma singular e desusada mestria no uso dos seus vastos recursos linguísticos. Este mais recente título do autor traz-nos, por outro lado, ao convívio o poder de uma voz segura e firme. Os seus recursos criativos são, na verdade, de uma grande maturidade estilística, amadurecida pelo conhecimento profundo da nossa condição humana. Aqui e agora. E não fica por aí: recria-o, depois, e num exercício de emoções e saberes, no âmbito das mais singulares geografias da imaginação e da sensibilidade.

Sobre esta obra destaco ainda o belo texto de Valter Hugo Mãe, publicado no jornal O Público.

http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/dos-acores-1637797#content

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s